PORQUE O BRASIL, PRECISA ADOTAR O SISTEMA INER “LIXO ZERO SOCIAL 10”

PARA SALVAR O MEIO AMBIENTE E MELHORAR A SAÚDE DA POPULAÇÃO

O Governo Federal tem vindo a público nesses últimos dias para falar sobre a preocupação cada vez maior, pela comprovada degradação do Meio Ambiente. Nas redes sociais, postagens da população se multiplicam na tentativa de darem solução, mas se revelam muito pequenas e isoladas, muito aquém da necessidade. Na verdade, há um despertar maior a cada dia, a consciência ambiental aumenta; a sociedade se mobiliza para ajudar e cobra o Governo.


No Brasil, sabe-se, a questão central é a destinação correta dos Resíduos Sólidos (Lixo). Mesmo com a publicação do PNRS – Lei 12305/2010, muitos Estados e Municípios não tem um Plano pronto, e aqueles que já tem, o trabalho tem se mostrado ineficaz e tentam driblar a Lei com abertura e sustentação de aterros sanitários. Inclusive, os estados e municípios seguiram em carreata há poucos dias atrás até Brasília, pedindo ao Congresso Nacional mais prazo e mais verba para continuarem na contramão da própria Lei dos Resíduos Sólidos. Ricardo Salles, Ministro do Meio Ambiente, no dia 15/04, ao participar do Seminário Internacional realizado em São Paulo, disse: “... A ideia de postergar, de maneira generalizada, o atingimento de meta do fechamento de lixões é um grande desserviço para o Brasil.”


“Parece não haver interesse nem com a Saúde e nem com o Meio Ambiente, e tudo que buscam é mais verba federai, sem a contrapartida de entrega de Políticas Públicas viáveis e eficientes“, ouvimos essa semana de um ambientalista, após reportagens feita pela Rede Globo, nas edição do JN e do Globo News de 27/04.


E três dias após essa reportagens, com pouco mais de 100 dias de Governo, em 30/04/19, o Ministério do Meio Ambiente lançou a Fase 2 da Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana, denominada Programa Nacional LIXÃO ZERO. A tentativa é de “... melhorar a qualidade ambiental das cidades“.



O destaque desse Programa é que o Governo Federal dessa vez conclama a Sociedade em Geral para a busca conjunta de solução e traz em seu texto: -“... Além do Poder Público, o setor Privado também deve se tornar parceiro, principalmente devido à sua grande responsabilidade em relação à logística...”; e ainda: “... Com o programa, vamos apoiar os municípios a adotarem práticas adequadas de destinação do lixo, vamos trazer a iniciativa privada com suas experiências em logística reversa...” (www.mma.gov.br).




Jomateleno Teixeira


A boa notícia que anunciamos é que o Setor Privado já se tem uma solução (e, é definitiva!!) e tanto o Governo como a Sociedade precisam se aliar a essa ajuda que chega pelas mãos (e pés, e cabeça!!) de empresários nacionais,que elaboraram um projeto grandioso e inovador, tanto em tamanho (implantação simultânea nos 26 Estados Brasileiros e no Distrito Federal) como em intenção e eficácia. Trata-se de um trabalho de pelo menos 5 anos de estudos detalhados do Meio Ambiente e suas intercorrências e quase 30 anos de busca de realização do sonho de um empresário paulista.


E é ele quem nos conta: Jomateleno Teixeira - Presidente do Grupo INER, que esteve presente nesse Lançamento em Curitiba esclareceu: “- Temos um Projeto - SISTEMA INER “LIXO ZERO SOCIAL 10”, que contempla Gestão de Resíduos Sólidos através Usinas de Processamento e Beneficiamento em toda sua cadeia Produtiva, aliada a um trabalho “SOCIAL” , gerando riquezas aos empresários e investidores, arrecadação de Impostos aos Municípios, redução de despesas municipais (e de problemas) com o “lixo”; e também, a geração de milhares de novos empregos, aliados a ações sociais junto a catadores e seus familiares.


E, acrescenta: “- O Programa SISTEMA INER “LIXO ZERO SOCIAL 10” já é de conhecimento de todo Governo desde início de 2019, e em março desse ano foram feitas também audiências em vários Ministérios em Brasília para detalhamento de nosso Projeto. Nesse lançamento feito pelo Governo em 30/04, tivemos oportunidade de entregar pessoalmente ao Ministro Ricardo Sales uma cópia do Oficio do Presidente Jair Bolsonaro enviado ao próprio Ministro, dando ciência de nossa solução e pedindo agendamento de uma reunião conosco”. E finaliza: “– Estamos no aguardo dessa reunião, com expectativa de alinharmos nossas soluções em prol de um Brasil melhor para tudo e para todos!“.


Paulécio Alves, Presidente Estadual da Federação do Elo Social Alagoas, com quem conversamos hoje, nos contou: “Já temos possíveis compradores para as Usinas INER, no Estado. Já fizemos várias reuniões com alguns empresários e investidores nesse ano e estamos em fase de negociação para fechamento de contratos.

E finaliza: “Ainda nesse ano Alagoas terá uma solução definitiva para esses problemas. Só no Estado de Alagoas serão instaladas cerca de 30 Usinas (CTT´s e CTF´s), além de outras instalações como SINDETAP, COOPERINER, DESMACHECAR e mais 30 Prédios Sociais, que abrigarão os Diretores Regionais da Federação do Elo Social Alagoas – cerca de 200 em todo Estado, já empossados desde 2017. Para conhecerem os detalhes, acessem nosso site estadual: www.elosocialal.org


O Meio Ambiente agradece e nós também!


Fonte: Texto elaborado por Heloísa Souza e revisado por Paulécio Alves.


23 visualizações

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"