PERGUNTAS E RESPOSTAS

Atualizado: 9 de Abr de 2019



Relatório da dinâmica proposta pela Vice Presidente SINDETAP do Estado do Rio de Janeiro, Cynthia Menezes, com perguntas elaboradas pelas equipes Seccionais e Regionais da FEDERAÇÃO DO ELO SOCIAL DO RIO DE JANEIRO para o Sr. Carlos Mendes, com  o fito de esclarecer pontos obscuros dentro do projeto.




Diretoria Estadual Rio de Janeiro



22 de fevereiro de 2019.



Respostas de Carlos Mendes



01 - Sabemos que ao dar início no projeto como diretoria, as criações fluirāo para acrescer junto ao projeto. Essas criações serão tituladas ao seu criador ou serão tituladas ao projeto?

Resposta: As criações serão tituladas ao seu criador (Jomateleno dos Santos Teixeira), já informadas em curso aos quais todos tiveram oportunidades de participar. O Elo Social será criado como uma fundação com o nome de seu criador, porém é somente isso, pois se pesquisarem como funciona uma fundação irão ver que já não pertence ao seu criador e sim a sociedade como um projeto, atendendo as regras e normas de uma fundação. Recomendo também ler o estatuto e o código de ética, disponíveis no site www.elosocial.org.br e também procurem nos sites de pesquisa da internet o que é uma Fundação e como a mesma funciona.

02 - No curso que tivemos nos disseram que estaríamos dentro do projeto sem precisar passar por concurso. Em outro momento li um comentário no grupo que teríamos que fazer uma prova. Teremos que fazer uma avaliação antes da posse do cargo de diretoria?

Resposta: Como você mesmo disse ouviu um comentário e peço que você me envie esse comentário, pois em momento algum foi dito que os integrantes do Elo Social que participaram do curso do Elo Social em seu estado e que assinaram a ATA de formação de diretoria teriam que fazer provas, estes candidatos já estão garantidos na Federação do Elo Social como você pode observar no site do Elo Social do seu estado, conferindo o seu nome como participante. Somente precisarão fazer concurso aqueles que pretendem entrar para o Elo Social preenchendo as vagas em aberto e também para diretores que por qualquer outro motivo tenham saído do Elo Social e querem retornar.

03 - Quem participou da Força Tarefa do protocolo, esta isenta das demais tarefas atuais?

Resposta: Como voluntários neste momento ninguém está sendo cobrado de realizar tarefas. Sempre que a Confederação solicitar alguma tarefa será pedido ao grupo e aqueles que quiserem e tem um tempo para colaborar serão bem vindos, não havendo prejuízos ou represália aos outros candidatos.

04 - Eu como assistente social, devo solicitar uma lista de catadores a assistente social do município; selecionar 220 para que estes façam um curso teórico 2 vezes na semana por duas horas cada, durante 10 meses. Após a conclusão deste devo selecionar 40 para formação de cooperativa e os demais poderão ser contratados através de CLT. Teremos oportunidades também para jovem aprendiz, estagiárias e voluntárias da comunidade?

Resposta: Em momento oportuno todos os diretores Estaduais e Seccionais terão o treinamento adequado e com as tarefas definidas. Quanto ao projeto referente aos catadores essa responsabilidade será do Sindetap, onde o grupo de diretores irá cadastrar as Prefeituras, essas irão fornecer o cadastro de catadores de sua região que serão cadastrados no curso teórico e prático que o Sindetap irá dar, profissionalizando e preparando os catadores para formarem uma cooperativa e os que não forem selecionados para a cooperativa poderão trabalhar em qualquer local, inclusive na cooperativa através de registro CLT e ou se tornarem autônomos. Teremos várias oportunidades a todos os interessados da comunidade através dos cursos vivenciais descritos no site www.elosocialsp.org

5 - Eu gostaria de saber sobre futuros encontros, mais orientações da organização ou até mesmo cursos, acho que é importante isso acontecer, para acompanhar melhor esse processo e cada etapa.

Resposta: Todas as informações serão dadas através dos grupos de WhatsApp e no site www.elosocialsp.org peço para ficar atentos e acompanhar a evolução do projeto. Tenham paciência, pois tudo será ao seu tempo.

6 - Muitos de nós já somos filiados a sindicato da categoria profissional. Haverá obrigatoriedade de novos laços de filiação referentes às atividades do Elo social?

Resposta: Cada categoria continuará a respeitar seu devido sindicato, não temos novos laços de filiação com referência às atividades do Elo Social e sim com a sua profissão e função exercida.

7 - Como estão às negociações de compra de terrenos ou instalações aqui na baixada fluminense?

Resposta: Os diretores com contrato junto ao Grupo Iner estão se empenhando e iniciando agora a parte comercial e já temos reuniões sendo feitas não só no Rio de Janeiro como em todos os estados da Federação, o momento agora é de apresentação do projeto junto aos empresários e investidores. A qualquer momento poderemos ter novidades sobre a venda de alguma regional do Rio de Janeiro, para acompanhar o processo podem entrar no site www.grupoiner.com.br CADASTRO / REGISTRO DE COMPRADORES.

8 - A nível Brasil, já tem algum prédio em construção para as atividades do Elo social?

Resposta: No momento estamos tratando da comercialização do projeto, assim que tiver vendido totalmente uma regional a prioridade será a construção dos prédios sociais, pois esses tem que estar prontos antes da inauguração dos prédios que irão funcionar os CTT (Centro de Transbordo e Triagem) e dos CTF (Centro de Transformação Final).

9 - Fomos informados que as vagas que estão abertas serão preenchidas por concurso. Os serviços poderão iniciar com essas vagas abertas ou obrigatoriamente teremos que aguardar o concurso para efetivar o funcionamento?

Resposta: Aqueles que estão listados no site www.elosocialsp.org já estão com as vagas garantidas. Quando chegar a 90 dias antes da inauguração será aberto o concurso onde iremos completar as vagas, pois para assumir os cargos precisamos ter a diretoria completa, com todos devidamente registrados e empossados, pois 30 dias antes de assumir de fato terão que estar todos contratados e neste período haverá treinamentos.

10 - Será possível contratar temporários até os concursados chegarem?

Resposta: Não. O processo de concurso será rápido e eficiente, porque já tem as diretrizes e direcionamento, veja o complemento dessa resposta em perguntas anteriores.

11 - Com relação às atividades oferecidas a comunidade: Teremos um modelo pré definido ou os diretores das regionais terão autonomia para criar um modelo próprio de atendimento?

Resposta: Para todas as atividades teremos modelos pré-definidos e regras a serem seguidas, não podendo os diretores desvirtuar a principal função da Fundação.

12 - Além do grupo da Diretoria, quantos funcionários são estimados para trabalhar no espaço?

Resposta: Os funcionários e quantidades estimadas estarão divididos da seguinte forma:



13 - Qual a relação entre o Sindetap e o Elo Social? Quais atribuições dentro do projeto?

Resposta: Tecnicamente nenhuma. São duas instituições diferentes e com objetivos diferentes. Mais detalhes consultar o site www.sindetap.org.br e www.elosocialsp.org. Ambos contribuem hoje para a concretização do projeto “Lixo Zero Social 10”, até que o mesmo seja implantado, após a implantação cada qual segue o seu caminho como instituição.

14 - Dentro do projeto apresentado, no qual cumpre um plano de responsabilidade social, sem aguardar somente que o governo faça, o que se pode destacar como principal intuito?

Resposta: O principal intuito é a cidadania, isso já foi passado em palestras, cursos e está descrito no site do Elo Social, precisamos melhorar o nível de consciência da população, e isso se faz através das propostas que o Elo Social descreve no site  www.elosocialsp.org

15 - Sabemos que os contratos para compra das usinas estão com seus devidos interessados. Tem um prazo pra finalizar esse processo?

Resposta: Tem sim, a hora de vender. Tudo tem um tempo, não podemos atropelar e sim trabalhar para vencer cada etapa. Toda a parte de comercialização requer muitas reuniões e entendimento, pois se trata de um projeto muito grande e de valores consideráveis, diria que se inicia com um namoro, passa para um noivado e depois o casamento.

16 - Que tipo de investimento o Sindetap esta realizando na divulgação do projeto em mídias sociais?

Resposta: O Sindetap não foi criado com esse objetivo, e sim de fornecer assessores comerciais os quais foram os responsáveis até o momento pela divulgação através de ofícios enviados a todos os prefeitos, dentre várias outras atividades que constam nos contratos dos Assessores. Com a ajuda dos diretores do Sindetap o projeto tomou corpo e hoje está na fase de comercialização. O Sindetap terá somente a função de cursos e treinamentos ao pessoal que sobrevive hoje do lixo, através de parceria com as Prefeituras. Quanto a divulgação do projeto em mídias sociais estão sendo feitas por todas as instituições coligadas Junto a Confederação do Elo Social Brasil, ai sim o Sindetap também é uma das ferramentas como o próprio Elo Social de cada estado, conforme devem já ter percebido pelos pronunciamentos e pela movimentação de todas as diretorias e presidências.

17 - O grupo INER tem hoje alguma atividade com apoio político?

Resposta: Não é o objetivo do Grupo Iner, como podem observar o projeto é todo de iniciativa privada, o que precisamos é estar do lado do governo e não junto, já temos apoio praticamente de todos os setores do governo, o que todos podem comprovar acompanhando o site do Elo Social, onde estão sendo colocadas todas as notícias. O objetivo principal é que o governo tenha o conhecimento do nosso projeto, e amanhã quando precisar de alguma ação a favor não venham dizer que não sabiam e ou que desconhecem esse projeto.

18 - Qual é o patrimônio material do Grupo Iner, além de maquetes eletrônicas? Quais as empresas que compõem ou são parceiras do Grupo Iner?

Resposta: O Grupo Iner através de sede própria, inicialmente formado era para ser uma indústria de elevadores, mas com a oportunidade junto ao projeto “Lixo Zero Social 10” o mesmo se tornou uma empresa de Gestão o qual coordena toda a atividade para a viabilização do projeto. Os passeios virtuais e plantas são fornecidos por parceiros do Consórcio Iner que é outra empresa que juntamente com os maiores fornecedores irão dar sustentabilidade e garantir a entrega dos prédios. O Grupo Iner não irá construir os prédios, quem irá construir são as construtoras que ganharem a licitação a ser feita no momento oportuno com a definição sendo tratada pelo Consórcio Iner juntamente com o Investidor/Empresário. Com relação às empresas que comportam o Consórcio Iner o mesmo estará disponível no site www.grupoiner.com.br/consorcio-iner

19 - O Sindetap, além das contribuições dos diretores (R$ 450,00 anuais, por diretor) possui rendimentos ou recebe verbas vindas de outras origens? Por exemplo, de origem federal? Todos os diretores do Sindetap trabalham de forma voluntária, sem remuneração alguma? Inclusive o Conselheiro Deliberativo Sr. Jomateleno? Qual a origem e valor da remuneração deste senhor Jomateleno? Ou de outros dirigentes do Sindetap?

Resposta: A contribuição dos diretores do Sindetap foi para iniciar a implantação do Sindetap e garantir a participação do contrato junto ao Grupo Iner. Não existe nenhuma verba federal e ou de outros meios. O Sindetap esta trabalhando para a sua implantação em todos os estados. Os diretores do Sindetap possuem um contrato de exclusividade como pessoa jurídica onde existem deveres e obrigações e arcam com os custos necessários para concretização do projeto e serão bem pagos quando da venda das usinas e com a conclusão de seus contratos. O senhor Jomateleno não tem remuneração e dos dirigentes do Sindetap só poderão ter rendimentos após a implantação do Sindetap que ainda esta em processo.

20 - Qual a origem do dinheiro que custeia todas as viagens do Sr. Jomateleno, esposa e equipe? Quem paga vôos, hotéis, alimentação, etc para estas viagens Brasil a fora?

Resposta: Todas as despesas provêm de filiações e arrecadação para atender projeto onde todos os envolvidos (assessores comerciais, fornecedores, participantes do Consórcio Iner e de fornecedores entrantes no Consórcio Iner) patrocinam e ajudam também nos custeios de viagens e manutenção do prédio onde funciona o Elo Social e o Grupo Iner bem como oferecem a prestação de serviços nos ajudando com sua mão de obra.

21 - Existe alguma usina já efetivamente vendida? Algo já funcionando? Onde? Qual é o investidor? A Carta de Intenção arrematada em Caxias do Sul ( a +ou _ oito meses) como está? Ainda em intenção apenas?

Resposta: Efetivamente vendida não, existe negociações em andamento onde os contratos estão sendo analisados pela parte jurídica e financeira. Como já relatado e respondido em questão anterior a essa. Para acompanhamento consulte www.grupoiner.com.br CADASTRO / REGISTRO DE COMPRADORES.

22 - Porque alguém que reside na cidade do Rio de Janeiro vem a ser presidente da Seccional de Campos dos Goytacazes? Porque não um de nós, com qualificação adequada, que já seja residente e domiciliado aqui?

Resposta: Qualquer um pode se candidatar a vaga, como primeira rodada foi dado a oportunidade para os primeiros que chegaram, respeitando-se as regras de se ter 1 advogado, 1 bacharel em direito, 1 psicólogo, 1 assistente social e outros três de formações universitárias que não as dos quatro definidas, que irão atender a diretoria de saúde, diretoria de educação e diretoria de ressocialização. Lembrando o diretor irá cumprir uma jornada de trabalho, e o que importa é sua presença e não como ele fará para chegar ao local de trabalho, até porque muitos irão mudar de cidade, isso tem acontecido em vários estados. Peço que fiquem atentas as oportunidades de transferência e informem o interesse para sua diretoria Estadual.

23 - Como o Elo Social poderá ou terá poder de fiscalização e cobrança de ações junto a cada área de atuação?

Resposta: Cada área de atuação é independente, uma não interfere na outra, existe uma sequência de atividades distribuídas para cada área de acordo com a sua formação.

24 - Essa atuação do Elo Social possui algum amparo na Lei? Isso não poderia causar conflitos entre as Diretorias do Elo Social das áreas envolvidas com os órgãos públicos responsáveis por cada área de atuação?

Resposta: A atuação do Elo Social como qualquer outra instituição é amparada pela Constituição Federal do Brasil. O Elo Social não irá intervir em nenhuma atividade e sim ajudar para que os órgãos públicos funcionem de acordo com o que está descrita em lei. Cada qual responderá somente pelas suas responsabilidades.

25 - E havendo conflitos, isso não geraria ações judiciais contra uma Regional, Seccional ou Diretoria Estadual, além da Direção Nacional?

Resposta: Como já informado acima estamos amparados pela Constituição Federal do Brasil, assim como muitos que não conhecem os seus direitos e por isso teme por represálias. Quem está preparado não terá esse problema até porque não iremos intervir em áreas que não são de nossa alçada.

26 - Havendo todo o amparo e disponibilidade de atuação do Elo Social junto aos órgãos governamentais responsáveis pelas áreas de atuação, como seria o procedimento de fiscalização e cobrança de medidas a serem tomadas para obrigar os órgãos responsáveis a executarem ou tomarem providências para normalização dos serviços obrigatórios para a população?

Resposta: Deve estar tendo algum problema de entendimento, vamos por parte, o Elo Social não trabalhar com os órgãos governamentais, o que muitas vezes pode ocorrer é de precisar de informações os quais estão em poder do governo, e para isso temos ferramentas para solicitação assim como qualquer contribuinte. O Elo Social sim pode intervir em uma fiscalização ou cobrar o funcionamento dos órgãos públicos e para isso temos equipe de advogados e delegados sociais os quais irão acionar diretamente o Ministério Público que é o responsável para fazer valer o que está descrita na lei.

27 - Inicialmente me disponibilizei para a área de Educação e como seria o procedimento de fiscalização, cobrança e contato junto às secretarias dos municípios onde minha área de atuação permite trabalhar? Desta forma promovendo a regularização dos serviços e aplicação dos recursos conforme a Lei recomenda para a população.

Resposta: Você terá treinamento e informações antes de iniciar os trabalhos dentro do prédio. Deve lembrar que estarão sendo contratados com 30 dias de antecedência justamente para terem um treinamento antes de assumirem suas funções os quais irão estar preparados. Pode também consultar o site www.elosocialsp.org

28 - Como Engenheiro, gostaria de um entendimento de como será a atuação das usinas de lixo a serem contratadas? Ou seja, existe uma variedade muito grande de rejeitos e o respectivo aproveitamento destes produtos a serem comercializados em diversos setores e áreas. Existe um planejamento para comercialização desta imensa variedade de produtos que serão obtidos pelo processamento do lixo?

Resposta: Sim, estamos falando de 100% de reaproveitamento do lixo que chegará nas nossas usinas. O assunto é extenso, por isso solicitamos que entre em www.grupoiner.com.br e lá irá encontrar a resposta para todos os seus questionamentos.

29 - Já que partes do dinheiro proveniente da contratação das usinas e da comercialização dos produtos serão destinadas para construção dos prédios sociais do Projeto Elo Social e assim servirem para o propósito dos serviços sociais a que se propõe a Instituição, como se dará essa parceria entre empresas privadas, Elo Social e Prefeituras?

Resposta: As fontes dos recursos são das mais diversas, vou citar as que eu conheço e as que mais estão sendo divulgadas.

a. Com a venda das usinas teremos recursos advindos de quotas de regionais que não foram preenchidas pela diretoria estadual.

b. Temos quotas de diretores regionais que não trabalharam no projeto, portanto foram desligados do contrato junto ao grupo Iner.

c. Vários fornecedores de produtos e equipamentos para a construção das usinas irão doar em média 3% de seu faturamento para a Confederação do Elo Social a título de comissão de venda.

d. Teremos em média 1480 CTTs no Brasil faturando e obtendo lucro sobre o lixo. Todos eles irão contribuir através do imposto de renda que terão que pagar, portanto desse imposto a pagar, parte dele será destinado para a Confederação do Elo Social, conforme a lei determina e oferece essa condição.

e. Também serão cadastradas várias empresas de todos os tipos que podem contribuir com parte do imposto de renda, basta haver divulgação do Projeto Elo Social.

30 - Caso as Prefeituras não queiram participar com o Elo Social e tenham a intenção de projetos próprios (parcerias desenvolvidas por elas próprias com empresas privadas), como o Elo Social poderá ter seus prédios sociais construídos em determinadas regionais/municípios e assim realizar seus serviços junto à população? Essa situação não inviabilizaria a atuação em algumas regionais e ou Seccionais?

Resposta: Deve estar havendo problemas de entendimento quanto ao projeto do Elo Social, pois não vamos ter parceria com prefeitura e não dependemos da prefeitura. A mesma tem outras formas de fazer assistencialismo o qual não interfere diretamente com o projeto do Elo Social, são objetivos e resultados diferentes. Os prédios sociais a serem construídos não dependem das ações da Prefeitura no quesito social, somente no licenciamento para construção, o que já tomamos o cuidado de separar terrenos apropriados de acordo com a lei de zoneamento. Leia mais no site www.elosocialsp.org

31 - Como seria a estratégia de negócios entre as parcerias desenvolvidas entre empresas privadas, Elo Social e Prefeituras? Como seria a participação de cada Organização nesta parceria? A empresa privada seria detentora da maior parte dos recursos obtidos pela comercialização dos produtos resultantes do processamento do lixo pelas usinas? Existe na proposta de contrato uma divisão de recursos? As prefeituras somente teriam o benefício do processamento do lixo do município e também pelos serviços prestados pelo Elo Social junto à população?

Resposta: Existem processos que devem ser seguidos de acordo com a lei e com a responsabilidade de cada envolvido diretamente. A prefeitura é responsável pelo lixo de seu município, portanto cabe a ela fazer a coleta e dar a destinação correta seja pela própria prefeitura e ou para terceiros onde participam de licitação. O Grupo Iner desenvolveu um sistema para cuidar da destinação do lixo e o empresário deverá receber o lixo das prefeituras e de empresas terceirizadas conforme processos já definidos, favor consultar o site www.grupoiner.com.br o fato é que tanto os terceirizados quanto às prefeituras descartam seus lixos em aterros, e isso não é legal e tão pouco correto, portanto quem for dono das Usinas terá todo o direito de explorar as riquezas advindas do lixo, já que será o responsável pela destinação correta. As prefeituras terão o benefício de atenderem a lei de resíduos sólidos evitando sanções administrativas contra o prefeito. A prefeitura será beneficiada o aumento da arrecadação de impostos, diminuição nos gastos da saúde dentre outros que peço que entrem no site do Grupo Iner e pesquisem. Já a sociedade irá ganhar qualidade de vida, oportunidades de emprego já que onde as usinas estiverem instaladas irão gerar o desenvolvimento da região. Quanto ao Elo Social o benefício é dar cidadania e melhorar o nível de consciência da população carente, que não tem acesso aos seus reais direitos.

32 - Caso a empresa privada parceira queira desfazer o negócio? Há medidas para mitigar essa cisão? Como substituir a empresa privada que quer sair da parceria de forma a não prejudicar o funcionamento dos prédios e serviços sociais do Elo Social?

Resposta: Só será feito o negócio com empresas que têm condições financeiras e interesse do projeto. Os prédios sociais depois de entregue não pertencem ao empresário/investidor ou prefeitura. Pertence a Confederação do Elo Social e será uma fundação onde não tem dono e a mesma será fiscalizada pelo Ministério Público. A empresa que após a operacionalização do sistema quiser sair desse mercado é bem simples, existirão vários compradores e o mesmo terá o seu investimento triplicado. Leia mais sobre o projeto nos sites do Grupo Iner e elo social.

33 - Existem diversos tipos de desmobilização em uma indústria, uma delas é a cessão de todos os bens (estrutura, equipamentos, etc.) para outros parceiros (no caso o Elo Social), a desmontagem da indústria (ou usina) sendo os bens da parceira privada que causaria um problema sério para a Regional ou Seccional a qual esteja ligada ou a venda de sua parcela para outro parceiro (que muitas vezes requer um período não tão curto). Há previsão de tudo isso, caso ocorra? Pois alternativas devem ser pensadas para não ocasionar problemas no restante do projeto.

Resposta: A partir da finalização da construção dos prédios Sociais não mais existirá ligação entre as usinas e o Elo Social. Após o empresário comprar o terreno o mesmo irá fazer a doação para a Confederação do Elo Social e o mesmo terá o benefício de abatimento no imposto de renda. Já os equipamentos, estrutura já estão incluídos nos preços dos CTTs, portanto também serão de propriedade exclusiva do Elo Social. O empresário irá somente contribuir para com o Elo Social, ele não terá participação. Uma vez entregue o prédio o empresário também está livre de todos os custos de construção e de operacionalização do Elo Social.

34 - Como o Elo Social (Organização não Governamental) vai ou pretende agir, fiscalizar determinar ou solicitar ações e providências (em qualquer área de atuação) a um órgão público, o qual na maioria das vezes já possuem seus setores de fiscalização, prestação de contas e de resolução de problemas?

Resposta: Pergunta já respondida, procure também saber das funções do Elo Social no site. Nosso trabalho independe do governo, seremos mais uma instituição que irá ajudar o governo.

35 - Sabemos que a contratação nesse primeiro momento foi através da candidatura de cada pessoa. Mas futuramente será que poderá trabalhar pessoas da mesma família em uma única unidade. Sendo uns concursados e outros não?

Resposta: Entenda que os primeiros foram os que acreditaram e já foram incluídos no processo, não entra mais ninguém, somente pode sair. Para completar as vagas será feito o concurso e para os que passarem poderão assumir os cargos mesmo que tenham pessoas da mesma família em uma única regional basta que obedeçam aos critérios estipulados. O que prevalece é a competência e isso será medido quando estiverem trabalhando e serão avaliados pela população. Se a avaliação for negativa a mesma perderá o mandato quando da renovação que é feita de 4 em 4 anos.

36 - Quando todo o projeto estiver pronto. Será dada primeira a oportunidade para os catadores que hoje fazem parte do lixão?

Resposta: Toda a população da regional em que o Elo Social será responsável terá atendimento independente de profissão, raça, credo, etc.

37 - Quanto tempo demora desde a construção ao funcionamento dos CTTP's?

Resposta: Está descrito no site www.grupoiner.com.br , vai variar de acordo com o prédio a ser construído que poderá ser de 5 a 10 meses, para se ter uma ideia estamos calculando o prédio social em 5 meses.

38 - Pela lei, há algum tipo de incentivo fiscal para o projeto?

Resposta: Existem alguns incentivos os quais nossa equipe de assessoria (SAGE/IOB) está alinhando para o melhor aproveitamento, o processo é complexo porque varia muito de estado para estado.

39 - Qual a expectativa para iniciar as atividades em 2019 mediante as propostas já realizadas com relação à venda das usinas

Resposta: Como já informado estamos em processo de comercialização e somente poderemos tomar ações depois de vendida toda a regional para que possamos disponibilizar um cronograma e colocar o projeto para funcionar.

40 - Já existe alguma definição de onde ficarão as usinas e os prédios sociais? E as seccionais e as regionais serão construídas ao mesmo tempo após a venda das usinas? E como será realizada a alocação dos respectivos diretores?

Resposta: Sim, já existem os locais das usinas e prédios sociais, os terrenos já foram cadastrados e aprovados pela engenharia do Grupo Iner para atender as normas e exigências estaduais e municipais. Esse trabalho foi feito pelos diretores do Sindetap. A construção dos prédios sociais deverá iniciar praticamente ao mesmo tempo, a empresa de construção que ganhar a licitação deve estar preparada para atender a demanda. Lembrando que os prédios tanto seccionais e regionais terão prioridade na construção. Quanto à alocação das diretorias irá começar 90 dias antes para que possamos fazer o concurso para completar as diretorias, 60 dias com antecedência iremos informar para o pessoal se preparar para serem contratados, pois alguns precisam do aviso prévio para sair do seu emprego atual e ir para o Elo Social, e 30 dias antes de assumirem suas funções no prédio terão que estar todos com carteira assinada e diretoria empossada, para passar por treinamento e estarem preparados para assumir seus cargos e funções.

41 - Corre o risco de todos os diretores eleitos durante a iniciação do projeto, serem dispensados sem justo motivo quando os prédios estiverem perto de iniciarem suas atividades?

Resposta: Somente se toda a diretoria não acreditar no projeto. O que pode acontecer é de algum diretor ser retirado por não atender as regras e ao código de ética e ou falta de conhecimento básico sobre o projeto, fora desses motivos todos os que já estão inscrito no site estão com as vagas garantidas. Confira como está a diretoria no site www.elosocialsp.org

42 - Assim como os catadores que serão beneficiados pela Sindetap com realização de cursos de aperfeiçoamento, suas famílias também terão essa oportunidade?

Resposta: Todos que sobrevivem do lixo e estiverem cadastrados na Prefeitura serão beneficiados.

43 - Somos obrigados a nos filiar no Sindetap para continuarmos no projeto?

Resposta: Não, e nem é esse o objetivo. O Sindetap trata de outra instituição sem vínculos diretos com o Elo Social.

44 - Como sabemos, não há o envolvimento político partidário nesse processo FES. Gostaria de saber quanto à adesão e investimento de outros países?

Resposta: Pedimos que acompanhem sempre as notícias que são divulgadas no site do Elo Social do Estado e quanto à adesão e investimento de outros países será somente feito no momento oportuno e de interesse dos países que quiserem adotar o sistema que estamos implantando no Brasil que é o “LIXO ZERO SOCIAL 10”. Temos interesse da África para com esse projeto, conforme todos devem estar acompanhando nos noticiários no site www.elosocialsp.org

45 - Como se dará essa dinâmica, no caso da ressocialização com a população carcerária? Como seria essa transição, que eu entendo como delicada, conjuntamente com as propostas ora apresentadas pela atual Gestão do Brasil e suas intenções de mudanças também nesse setor prisional?

Resposta: Será dado o treinamento necessário antes de iniciar suas atividades. Consulte o site do Elo Social e irá obter as informações sobre a social carcerária: https://www.socialcarceraria.org.br/

46 - Como será feita a mobilização dos catadores de lixo para a adesão/ cadastramento junto ao programa? Que estratégias poderão ser utilizadas para o alcance desses trabalhadores?

Resposta: Pergunta já respondida. Será feita pelo Sindetap através do cadastro das prefeituras, após isso será solicitado para a Assistente Social da Prefeitura o cadastro de todos os que sobrevivem do lixo, e com isso será feito o cadastro para dar a oportunidade a todos de participarem do curso teórico e prático referente ao projeto “DO LIXO AO LUXO” e preparação dos que sobrevivem do lixo para o mercado de trabalho, seja pela cooperativa, para trabalhar nas usinas, como autônomo e no mercado.

47 - Sabemos que não existe aliança política do programa, mas as atividades para o atendimento de uma demanda social se faz em alguns casos necessário o trabalho em parceria com redes de apoio. Foi pensado pelo projeto algum tipo de parceria no âmbito dos governos estaduais e municipais?

Resposta: Não precisamos da parceria, a Fundação é autônoma e atende a população que necessita de apoio. Ler o estatuto e ver o site do elo social.

48 - Gostaria de saber se o valor de compra de cada usina vai variar de acordo com os Estados e qual a garantia que esse comprador vai ter como incentivo além de crê no projeto? A importância da venda das usinas por saber que nelas estão os prédios sociais.

Resposta: Os valores das usinas estão todas disponíveis no site:www.grupoiner.com.br/VIABILIDADE ECONOMICA, basta pesquisar e encontrarão os preços de todas as usinas do Brasil, a garantia que o comprador vai ter é de permanecer no ramo e de contribuir para um Brasil melhor, com mais qualidade de vida e geração de emprego. A maior garantia é a lucratividade que terá ao ser proprietário das usinas, uma vez que a taxa de retorno do financiamento esta abaixo dos 33 meses.

49 - Como que iniciaremos nossas atividades, visto que, muitos, ou quem sabe a maioria não possui experiência em projetos sociais?

Resposta: Já respondido essa pergunta. Serão contratados 30 dias antes de assumirem seus cargos e funções, neste período serão utilizados para treinamento.

50 - E também não entendi o porquê foi citado que um número de participantes do projeto em outras regionais foram retirados por falta de empenho ao mesmo?

Resposta: Podemos garantir que ninguém foi retirado por falta de empenho, o que fizemos em alguns casos e realocação de acordo com a capacidade e competência para com o cargo. Só foram retirados do projeto pessoas que não acreditam no projeto, não atenderam a regras, tumultuaram os grupos de Whatsapp, os que não participaram do curso do Elo Social e também os que não se pronunciaram para que pudéssemos cadastrá-los no site. Lembrando que a diretoria estadual recebe o dobro dos valores da diretoria regional, portanto precisamos que essa diretoria seja um pouco mais atuante para que possamos organizar os grupos seccionais e regionais, uma vez que estamos avaliando o perfil de cada diretor para que possa atender as necessidades do Elo Social. Os diretores do Elo Social Estadual requer maior atenção, pois devem saber que irão representar o Elo Social Estadual perante a sociedade como um todo, deverão estar aptos para falar com Governadores, Prefeitos, Secretários, estarão participando de eventos atendendo às causas sociais, portanto se algum não se achar em condições de assumir esses cargos deverá avisar e será transferido para uma diretoria regional, precisamos avaliar dentro dos grupos da seccional e regional os candidatos que sobressaem de alguma forma e esses sim poderão fazer parte da diretoria Estadual, caso a diretoria federal perceba alguma deficiência de algum diretor estadual com relação às responsabilidades o qual o cargo exige.

51 - De que modo que vocês irão fazer uma avaliação, como foi dito por um membro da diretoria no grupo FES, se realmente aos diretores Regionais estão participativos no projeto.

Resposta: Hoje não temos como avaliar, pois todos são voluntários nesse momento e não podemos exigir uma atuação efetiva, o que estamos exigindo é que os mesmos tenham o conhecimento do projeto do Elo Social e o porquê estão participando hoje do projeto, pois são requisitos mínimos que foram passados durante o curso dado e que garantiu a vaga. Cobramos somente para que divulguem e fiquem atentos as notícias, assim ficam sabendo do andamento do projeto como um todo.

52 - Participativos em que se ainda não iniciou e nem se quer tivemos treinamento referente às atividades que vamos exercer dentro do projeto? Essa participação seria em anunciar o projeto? Compartilhar as ideias que o projeto tem de bom a oferecer a população?

Resposta: A participação no momento é atender as solicitações para que possamos organizar os grupos de diretorias estaduais, seccionais e regionais. Compreender a ideia do projeto acompanhando o andamento, divulgando e compartilhando as nossas ações.

53 - Há alguns meses atrás entrei em contato com Márcio Sodré me disponibilizando dentro da Regional Rio das Ostras para irmos a um encontro com Prefeito da Região para falarmos do projeto e o que mais fosse interessar. O Prefeito estava totalmente disponível a nos atender na ocasião. E Márcio Sodré disse que ainda não era o momento de procurarmos a prefeitura. Quando será esse momento?

Resposta: O momento é agora, já encerramos praticamente todas as atividades contratuais e agora estamos nos dedicando a parte comercial, onde o objetivo agora é vender as regionais e para isso precisamos de divulgação, marketing e visitas aos empresários e investidores. Já no caso do prefeito o que ele pode ajudar é conhecer o projeto e indicar empresários de sua região para que comprem as usinas.

54 - O prédio social é mantido pela empresa que investiu na usina?

Resposta: O prédio social não é mantido pela empresa que investiu. Terá recursos conforme já respondido em perguntas anteriores.

55 - Com a entrada da Queiroz Galvão, há alguma influência de aceleramento no início das construções nas Usinas no Rio de Janeiro?

Resposta: Não, a Queiroz Galvão irá também passar por um processo de licitação, apenas mostrou interesse e se cadastrou em nosso site, com certeza se ganhar terá condições de entregar mais rápido, mas acreditamos que outras também farão.

56 - Há a possibilidade de transferência para algumas das regionais da Capital do RJ?

Resposta: Sim, há a possibilidade, vai depender se a vaga a que se pretende e se a mesma está disponível (consultar no site) ver antes do concurso, pois as vagas em aberto é que serão disponibilizadas para os participantes do concurso.

57 - A respeito do vídeo que temos que divulgar, pra mim a implantação do projeto estava diretamente ligada a aquisição dos terrenos pelos investidores, então para que temos que bater essa meta de visualizações do tal vídeo?

Resposta: Não há mais essa necessidade, só foi colocada para ver como os participantes do Elo Social estavam comprometidos com o projeto e o poder de divulgação dos mesmos.

58 - Na Regional Cabo Frio, já tem empresários interessados na aquisição?

Resposta: Iniciamos agora a fase de comercialização e todos os diretores ACDB estão agora prontos para vender e toda visita que é feita pelos diretores, será postado no site do Grupo Iner. Favor consultar www.grupoiner.com.br CADASTROS / REGISTRO DE COMPRADORES.

59 - A efetivação dos cargos ocorre assim que os prédios sociais ficarem prontos?

Resposta: A efetivação dos cargos será feito com 30 dias antes de assumirem os cargos nos prédios sociais, estamos desde já organizando os cargos conforme devem estar percebendo, para não deixar para a última hora. Consulte o site do Elo Social e irá ver o seu nome e o cargo www.elosocialsp.org ou do seu estado. www.elosocialuf.org - (substituir uf pela sua unidade de federação).

60 - Teremos estabilidade como se fosse concurso público?

Resposta: A estabilidade vai depender de cada um, pois de quatro em quatro anos haverá novas eleições e quem vai avaliar é o público que está sendo assistido, o qual saberá dar valor aos que se dedicam a atividade renovando sua atividade por mais 4 anos e assim por diante.

61 - Gostaria de saber o valor que está sendo cobrada na comercialização de cada Usina, qual a quantidade mínima e máxima de material/resíduos que cada Usina poderá receber e também o valor que se pretende cobrar por tonelada deste material?

Resposta: Informação disponível no site www.grupoiner.com.br / VIABILIDADE ECONOMICA. Para cada produto existem valores já definido. Levantamentos foram feitos nacionalmente e observamos discrepâncias muito grandes em valores cobrados levantados por nossos assessores. Após o levantamento tomamos cuidado para cobrar valores justos para ambas às partes e esses valores estão disponíveis na Viabilidade Econômica os quais estão ou estarão disponíveis no site e separados para cada regional.

62 - Gostaria de saber quais argumentos, relacionados as questões ambientais, podemos utilizar para defender nosso Projeto (qual nosso diferencial além dos prédios sociais) quando comparado a outras destinações existem no país hoje em dia, como por exemplo, com relação aos aterros sanitários?

Resposta: Temos muito material nos sites do Grupo Iner, bem como apresentações sobre o projeto onde consta os argumentos, consulte www.grupoiner.com.br / SISTEMA INER.

63 - Fomos informados que todas as próximas contratações do projeto serão feitas através de concurso, porém se não há nenhum vínculo com o governo e dependeremos de iniciativa privada, existirá a possibilidade de uma mudança nesse sentido?

Resposta: Estaremos utilizando o modelo usado pelo governo, quem será responsável pelo Concurso será a Confederação do Elo Social e não vemos outra forma de avaliação para garantir a qualidade dos novos entrantes no projeto.

64 - Nem todos os diretores e funcionários dos Prédios Sociais e Usinas, terão domicílio no mesmo município que os mesmos funcionarão. Existirá algum tipo alojamento nesses lugares que poderá ser utilizado por funcionários ou diretores?

Resposta: Não, foi esclarecido que as vagas disponíveis deverão ser preenchidas por moradores locais e ou que tenham como chegar ao local de trabalho, o Elo Social disponibilizará vale transporte e atenderá de acordo com a legislação CLT.

65 - Diante a existência de vários projetos sociais que tem por objetivo a transformação do lixo em luxo, Como o Grupo INER pretende demonstrar e convencer os seus futuros investidores, que mesmo sendo um projeto inovador no Brasil, o LIXO ZERO SOCIAL 10 não é apenas mais um projeto.

Resposta: Não precisamos convencer, o projeto está acontecendo, já podemos chamar de um sistema, veja os sites do Grupo Iner e do Elo Social. O projeto está consistente e com uma base bem sólida.

66 - A usina de Campos será a pioneira a ser construída no Rio de Janeiro?

Resposta: Se fizer parte da primeira regional a ser vendida sim.

67 - A Queiroz Galvão será um investidor do projeto ?

Resposta: Pode ser também um investidor/comprador, basta algum representante da ACDB fazer a visita e cadastrar no site do Grupo Iner como Comprador.

68 - O Projeto será organizado como cooperativa? Então todos os associados que entrarem deverá pagar uma quantia estabelecida? Ou é apenas o Sindetap que será cobrado á taxa para quem fizer parte do sindicato?

Resposta: O projeto não é uma cooperativa. Não misturar as empresas e nem as instituições, cada qual tem autonomia, estatutos e códigos de ética próprios e diferentes participantes. Pesquise melhor nos sites:

www.elosocial.org.br

www.grupoiner.com.br

www.acdb.adv.br

www.institutoiner.org.br

www.sindetap.org.br

www.cooperiner.org.br

www.desmanchecar.org.br

www.elosocialuf.org - (substituir uf pela sua unidade de federação)

69 - Qual a função dos órgãos públicos na construção das usinas e nos projetos sociais?

Resposta: A mesma para uma construção de qualquer tipo (carimbar as plantas e aprovar as construções apenas isto).

70 - As vendas das usinas só poderão ser feitas em cota única ou vários empresários podem adquirir uma usina?

Resposta: Precisamos que a regional esteja toda vendida para iniciar o processo de compra dos terrenos e construção, pode ser compartilhada com vários empresários. Maiores informações no site www.grupoiner.com.br

71 - As pessoas que trabalharão nas usinas e nos prédios do Elo Social poderão adquirir ações/cotas dessas usinas?

Resposta: Trata-se de um empreendimento onde teremos empresário e investidores e somente esses poderão vender participação se for interessante, portanto funcionará no momento como uma empresa normal.

72 - Sendo a coleta de lixo responsabilidade do Município. Com a implantação dessas usinas e qual será a função do Município?

Resposta: Não muda nada, a prefeitura continua com a responsabilidade, terá que cuidar da limpeza pública e da coleta e principalmente a destinação correta do lixo. Não poderão ser jogados no lixão e aterros, e sim nas usinas que darão o destino correto.

73 - Quanto tempo leva para a construção das unidades e contratações?

Resposta: Usinas leva de 6 (seis) a 8 (oito) meses e prédio do Elo Social de 3 (três) meses a 5 (cinco) meses. É certa que a primeira atividade, será a construção dos prédios sociais. As contratações serão realizadas no momento oportuno.

74 - Qual a estratégia (business plan) utilizada para entrar no mercado em cidades que já existem projetos para o lixo?

Resposta: Eu pergunto: Quais as cidades que já tem os projetos para o lixo que seja concorrente com a nossa? Nossa estratégia continua a mesma, divulgação nas mídias sociais com o empenho dos representantes ACDB, do Elo Social e todos os envolvidos. Já o Business Plan é responsabilidade do investidor e empresário que irão adquirir as usinas. O Grupo Iner irá disponibilizar o Custo do Investimento, a Viabilidade Econômica e indicar empresas especializadas em Business Plan que já tiveram treinamento dado pelo Grupo Iner.

75 - Como o SINDETAP irá auxiliar no projeto e qual a seu posicionamento na linha hierárquica da empresa?

Resposta: O Sindetap irá participar somente no momento dos cursos para os catadores e pessoal que sobrevive do lixo. Quem assume depois será o Instituto INER, sendo certo que o Elo Social não tem nenhuma atividade com relação a catadores.

76 - Após ler o Estatuto Social, o Conselho Consultivo será composto por 40 pessoas, essas pessoas deverão realizar Concurso? Porque esse Conselho Consultivo tem um quantitativo maior que os outros?

Resposta: O Conselho é Composto de 1 (um) integrante de cada Estado escolhido com muita cautela pela diretoria federal, sendo que os demais 13 (treze) integrantes são pessoas diferenciadas e comprovadamente comprometidas com o projeto ao longo destes últimos 28 (vinte e oito anos).

77 - Gostaria de saber que após os investidores liberarem a viabilidade econômica, e que conforme informado a construção no período de 4 meses dos prédios sociais, por quanto tempo serão construídas as Usinas, as Usinas não seriam primeiro? Não teria que ser respeitada os prazos das licenças ambientais?

Resposta: Os prédios sociais terão prioridade já os quanto às licenças ambientais serão somente para os CTFs, já que os CTTs e os prédios sociais não precisam da licença ambiental, somente o municipal que é referente a lei de zoneamento. Já temos pessoal qualificado para tratar de licenças ambientais e não teremos problemas quanto aos terrenos para a construção dos CTFs, pois os mesmos já foram selecionados considerando-se questão ambiental, onde a engenharia do Grupo Iner foi bastante criteriosa.

78 - As usinas de compostagem serão operadas pelo método de revolvimento ou aeração?

Resposta: Pesquisem mais o portal de internet www.grupoiner.com.br e verá que estamos preparados para fabricar adubos com qualidade, sendo certo que temos parceria com a Faculdade Oswaldo Cruz uma das melhores neste segmento no Brasil.

79 - A respeito de nossa contratação e posteriormente concurso para ingresso de pessoas, em qual lei é baseado que NÃO precisaremos fazer concurso?

Resposta: Não há necessidade de lei, é decisão do Conselho Deliberativo da Confederação do Elo Social.

80 - O Elo Social já tem parceria com empresa de Consultoria Ambiental?

Resposta: Sim, ver no site https://acdb.adv.br/ambiental/

81 - Quais serão o público que estaremos atendendo, no que se refere ao assistencialismo?

Resposta: Já informado no curso e peço que pesquise no site www.elosocialsp.org lembrando que os prédios serão construídos de preferência em local de maior periculosidade, e a finalidade é poder atender toda a população para o qual a regional foi designada.

82 - Na Cláusula que se refere ao presidente e vice presidente das regionais, fala-se de abrir uma conta em banco... Gostaria que explicasse a finalidade dela?

Resposta: Ainda em definição, estaremos definindo após a contratação. (será uma conta para movimentar gastos diários e as explicações sobre esta conta será dada durante o treinamento).

83 - As doações de terrenos são feitas somente por empresários? Quando não houver, os nossos grupos Elo e Iner, não compram?

Resposta: Já é uma condição contratual para com o empresário/investidor. (a escritura definitiva do terreno tem que estar em nome da Fundação Jomateleno, caso contrário não será liberado o inicio das obras).

84 - Por ser RIO DAS OSTRAS uma cidade dormitório e população flutuante, percebo que muitos não se preocupam com a limpeza ao seu entorno, colaborando ainda mais com o despejo de resíduos sólidos em locais públicos. Que tipo de trabalho será feito em relação a educar a população? Estou falando de uma população estimada entre 120.000 e 140.000 pessoas?

Resposta: Através do Elo Social somente conscientização, cursos de cidadania, e melhorar o nível de consciência dos que procurarem o Elo Social, demais é cobrando ações da Prefeitura.

85 - Existe algum planejamento em relação a esse problema?

Resposta: Esta função é do Estado e não nossa, mas mesmo assim através de nossos Cursos Vivenciais https://www.socialdocidadao.org.br/copia-cursos-vivenciais.

86 - Sobre o Projeto como um todo, se transformassem em percentual, quantos por cento (%) faltam para iniciarmos os trabalhos diretamente nas estruturas físicas com remuneração?

Resposta: Pergunta difícil de ser respondida em nível nacional, porque temos diferentes estágios. Certamente às diretorias mais atuantes faltam menos e as diretorias menos atuantes faltam mais, veja o nível das perguntas desta entrevista e verá que ainda temos diretores que nunca entraram em nossos portais de net e que também não entendem nada sobre o projeto. Acompanhamos o grau de interesse pelas visualizações das postagens em nossos sites e aqueles estados que não estão visualizando nada, certamente irão ficar para o final.

87 - A princípio entendo que os usuários dos prédios do Elo Social serão os catadores de lixo e suas famílias, caso existam necessidades básicas como alimentação, moradia, etc., e estas não forem atendidas pelo poder público através de nossos encaminhamentos como deveremos proceder?

Resposta: Não, procure no site as funções e quais os objetivos do Elo Social. Os usuários do prédio são todas as pessoas que fazem parte da comunidade e ou da regional que o prédio irá representar. Os procedimentos e responsabilidades dos diretores serão passados em treinamento. (Não somos uma instituição Socialista e não trabalharemos com doação de alimentos, remédios e outras atividades eleitoreiras, nosso objetivo e cidadania e cultura “nada de entregar o peixe e sim de ensinar a pescar”).

88 - Quando começarmos a trabalhar nos prédios do Elo Social já existem projetos a serem implementados, ou seremos nós (diretores sociais), a elaborar os primeiros projetos?

Resposta: Os projetos já estão prontos, veja no site www.elosocialsp.org vocês cuidarão da execução dos mesmos. Ou www.elosocialuf.org - (substituir uf pela sua unidade de federação)

89 - Com a entrada da Queiroz Galvão, há alguma influência de aceleramento no início das construções nas Usinas no Rio de Janeiro?

Resposta: Conforme já respondido, só complementando a Queiroz Galvão é apenas uma das 300 construtoras cadastradas para participarem de nossas licitações, visite o site www.grupoiner.com.br REGISTRO DE CONSTRUTORAS.

90 - Conforme foi divulgado anteriormente as construções das Usinas nos Estados serão simultâneas não é?

Resposta: Estamos preparados para construir todas ao mesmo tempo e por este motivo temos conosco o cadastro das maiores construtoras do Brasil e continuamos cadastrando novas integrantes Visite o site:https://www.grupoiner.com.br/construtoras-cadastradas

91 - De que maneira uma empresa que realiza hoje a coleta de resíduos sólidos pode se integrar ao Elo Social? Quais benefícios ela pode obter com isso?

Resposta: Comprando Usinas.

92 - Em quanto tempo os diretores acreditam que o projeto será implantado em todo país? E, qual tem sido a visão dos nossos governantes em relação a isso?

Resposta: Pode ser acompanhado pelo site do Elo Social e pelo do Grupo INER, fiquem atentos as publicações do site de seu Estado.

93 - A inserção do serviço social no projeto será um fortalecimento dos direitos da cidadania. Como será feita as primeiras articulações?

Resposta: Veja no site do Elo Social, será feito através de cursos de cidadania. (visite a história do projeto porque não irá dar para resumir 28 anos aqui em uma resposta só), www.elosocial.org.br.

94 - Realizamos o curso e quando receberemos a credencial OMS?

Responder: O Curso é OMS – Ordem do Mérito Social. As credenciais serão entregues quando da posse dos diretores para assumir os seus cargos. Já o certificado de participação em grande parte do Brasil já foi entregue e os demais serão em breve liberados em nosso site.

95 - Quantos Prédios Sociais já estão funcionando pelo Brasil?

Resposta: 01 em São Paulo.

96 - Teremos cursos e/ou treinamentos em EAD?

Resposta: Teremos 30 (trinta) dias de preparos antes do início das atividades, não estamos ainda avaliando cursos à distância, nosso processo no momento será por replicação.

97 - Como podemos trazer essas usinas de lixo social para as cidades do sul fluminense?

Resposta: Ver no site do Grupo Iner/viabilidade econômica e procurar a regional que corresponde ao sul fluminense, lá consta os valores e dados. Para maiores detalhes pode consultar um representante ACDB de seu estado.

98 - Como o Elo, poderá auxiliar e beneficiar as famílias com o programa de cooperativas, benefício da jornada de trabalho e a contribuição das escolas e creches para os filhos dos trabalhos cooperados?

Resposta: O Elo Social não é um projeto para catadores e seu trabalho é atender as famílias e fiscalizar as atividades do estado. Se faltar creches, queremos saber aonde está o dinheiro; se faltar escolas, queremos saber aonde está o dinheiro; se faltar remédios, queremos saber aonde está o dinheiro; se tivermos deficiência em qualquer atividade de funcionários públicos Federais, Estaduais ou Municipais, temos o dever de tomar as providências devida. Estas são nossas funções. (mais uma vez quero dizer que não somos socialistas).

99 - A geração de empregos e renda, o Elo Social, em colocar esse programa em diversos Estados e municípios, qual a expectativa para o projeto nos primeiros 36 meses?

Resposta: Somente depois de implementado teremos essa resposta, neste primeiro momento acompanhe as notícias no site que irão demonstrar o caminho que estamos percorrendo e o caminho a ser percorrido, com isso as expectativas vão ficando cada vez mais claras.

100 - Qual a garantia de pagamento de salário de todos os direitos e equipe técnica do programa, como também as possíveis ações trabalhistas, uma vez que a Elo não possui bens que possa garantir as possíveis indenizações futuras.

Resposta: Às garantias já foram descritas e também repassadas antes e durante o curso, mas você já está pensando em entrar com ação trabalhista num projeto divino e social podemos lhe garantir que iniciaremos o trabalho com mais de 3 (três anos de salário em nosso caixa).

101 - O cenário proposto nos traz uma realidade onde se tem muito que tirar do lixo e que há uma riqueza "escondida" debaixo dele. Trazer esse tipo de empreendimento ao sul fluminense, vai de encontro a interesses de empresários, a exemplo da Central de Tratamento de Resíduos de Barra Mansa Onde tem por objetivo atender a todo o sul fluminense. A relação política vai de encontro aos interesses também de políticos da região e como a Elo enxerga os catadores nessa dinâmica, pois deve ser a última coisa que será pensada, no ponto de vista de investidores, pois existem várias barreiras na verdade, Existem interesses políticos, Empresários que investiram milhões ali na central de tratamento de resíduos que opera hoje.

Resposta: Vamos tratar da destinação correta do lixo, portanto não estamos mexendo na coleta, e sim fechar lixões clandestinos e também os aterros, os quais só dão prejuízos de manutenção e não resolve o problema do lixo. Veja a apresentação no site www.grupoiner.com.br.

102 - Serão os próprios Municípios que contratarão os serviços diretamente das Usinas Iner, e consequentemente as Usinas que manterão os Prédios Sociais?

Resposta: As prefeituras têm como responsabilidade de dar a destinação correta do lixo, e o Sistema Iner oferece essa condição. Os prédios sociais se manterão conforme já informado não tendo vínculo direto com as Usinas.

103 - Qual será a participação efetiva dos profissionais do elo social no fechamento dos lixões e aterros sanitários irregulares?

Resposta: O Elo Social irá reunir os prefeitos junto com o Ministério Público para que assinem uma TAC onde a prefeitura se compromete a entregar o lixo de coleta urbana no CTT correspondente a sua região, onde o lixo terá a sua destinação correta.

Agradeço a todos pelo tempo e dedicação em formular as perguntas acima, espero ter atendido as expectativas com respostas claras e objetivas para que todos tenham o perfeito entendimento desse projeto que considero como DIVINO, pois com certeza tem a mão de Deus e com ele tudo podemos. Deixo também disponível o site www.grupoiner.com.br/duvidas nele poderão entrar e fazer sua pergunta, onde irei responder, percebam que já existem algumas perguntas respondidas os quais poderão acrescentar no conhecimento de todos que entrarem para tirar dúvidas. Especial agradecimento às equipes de coordenação e recepção das perguntas e a todos os diretores que elaboraram.


EQUIPES COORDENADORAS DA RECEPÇÃO DAS PERGUNTAS


1- BARRA MANSA - Diretor Estadual responsável: MARCIO SANTOS

2- CAPITAL I - Diretor Estadual responsável: CIDA SILVA

3- CAPITAL II - Diretor Estadual responsável: CIDA SILVA

4- CAMPOS DOS GOYTACAZES – Diretor Estadual responsável: NAILA GOMES

5- DUQUE DE CAXIAS- Diretor Estadual responsável: ALBERTO GUILHERME

6- ITABORAI - Diretor Estadual responsável: CIDA SILVA

7- NOVA IGUACU - Diretor Estadual responsável: LUCIANA DE MOURA


DIRETORES QUE CONTRIBUÍRAM COM PERGUNTAS




14 visualizações

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"